Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

programa-1a-edicao
No comando: Programa Olha a Pititinga – 1a. Edição

Das 06:00 as 07:00

whatsapp-image-2017-11-02-at-07-04-50
No comando: Programa Hora Recôncavo

Das 12:00 as 13:00

programa-passa-a-bola
No comando: Programa Passa a Bola

Das 13:00 as 14:00

programa-2a-edicao
No comando: Programa Olha a Pititinga – 2a. Edição

Das 15:00 as 18:00

Entrevista com o vereador Pedro Gomes

Compartilhe:
pedro
Recebemos nos estúdios da Rádio Web Olha a Pititinga, na última terça-feira (5), o vereador Pedro Gomes PSL para falar das ações de seu mandato.
Questionado sobre o fato de ter saído da base do governo, Pedro afirmou que seu compromisso é com o povo que lhe deu o voto e foi a esse povo que ele prometeu geração de emprego e renda com a criação de micros-projetos. Mas, de acordo com o vereador, o gestor prometeu apoio para realizar esses projetos e não cumpriu.
Pedro afirmou que prefere deixar a política a voltar para o lado do prefeito que, na visão do vereador,  pertence a um grupo que não defende os interesses de Cachoeira.
O vereador falou também do posto de apoio da polícia, em São Francisco do Paraguaçu, que foi entregue em dezembro de 2017 e até hoje não funciona por falta de mobiliários. Segundo Pedro, o gestor prometeu que em uma semana após a inauguração colocaria os móveis no posto.
Pedro comentou também sobre a falta de apoio da prefeitura ao hospital Santa Casa de Misericórdia e lembrou que quem precisa dos atendimentos da Santa Casa é a população e não o provedor da mesma. E opinou que a prefeitura pode direcionar alguns recursos para ajudar a instituição.
Outro tema comentado pelo vereador foi a falta de estrutura das estradas da zona rural. Pedro afirmou que as estradas vacinais estão intransitáveis e questionou se é dessa forma que  a gestão diz que trabalha em prol da população.
Sobre uma declaração do prefeito de que os vereadores que estão contra ele “é porque não recebe mais o famoso docinho”,  Pedro afirmou que  “é diabético e não está aberto à  negociação com bomboniere, nem com docinhos”. Para Pedro, essa afirmação do gestor demonstra que os sete vereadores que estão do lado dele só estão interessados no famoso docinho.
Sobre a atuação da subprefeitura no Vale do Iguape, o vereador afirmou que o vice-prefeito Gevaldo Simões, que administra o local, é uma pessoa gentil, bastante educada, mas a subprefeitura não oferece nenhum serviço à população, não é dado nenhuma liberdade a Gevaldo para trabalhar.
Pedro falou das dificuldades enfrentadas pelas comunidades do Vale do Iguape, principalmente nas escolas que não recebem a merenda. E concluiu afirmando que para as comunidades sentirem a presença da gestão é necessário ir além de promover festas e dar atenção à saúde e educação.

Deixe seu comentário: